Benvindo a Pirenópolis
Benvindo a Pirenópolis

Artigos e Notícias

Voltar para Notícias

29/01/2010

É mesmo o Homem inteligente?

É mesmo o Homem inteligente?

É de pensar e que a muito sempre ouvimos dizer: O Homem é o animal mais inteligente da terra. Ora pois. Fico vendo os noticiários e me questiono da veracidade desta assertiva. Nunca antes na história desse país viu-se tantos casos de enchentes, alagamentos e barrancos desabando por sobre casas e barracos. Também pudera, e todo mundo sabe o motivo, não vim aqui trazer nenhuma novidade, mas constrõem-se casas e mais casas em locais que nunca deveriam construir, subindo o morro e dentro de várzeas. Será que tais criaturas desconhecem as leis? Não só as humanas, míseros mortais, mas as da física também. Até D. Pedro II, nosso sábio imperador, aprendeu com isso a quase 150 anos atrás. Quando é uma população pobre, uma favela, ainda vai lá. O povo vive acuado. Não tem para onde correr. A miserável ganância dos fazendeiros aliado a desonestidade dos funcionários públicos não lhes deixa outra saída: tem que morar na pirambeira. Mas quando a gente vê um homem rico, instruído nas ciências do mundo, dotô, como diz o povo, construir no topo do morro, em inclinações acima de 45º, desmatando beira de rios para colocar gado ou plantação, aí a coisa é triste. Não é possível. Isso é muita burrice! Tenho certeza, aqui comigo, que esse dito supra cujo sabe bem que está errado. E não é? Todo mundo sabe. Não é possível que o meliante agora vai dar uma de miguê, não é? O caso é sério e as autoridades não estão levando a sério. Aqui em Pirenópolis, cidadezinha boa que ainda é, graças a Deus, cercada de verdejantes morros, temos alguns casos que mostram essa dita burrice humana (perdôe-me os burricos e mulas pela comparação, deveria usar outro adjetivo, mas não achei nada que pudesse comparar tamanha desinteligência destas bestas humanas). Já podemos ver algumas construções, de bacanas, só pode ser, subindo os morros em loteamentos que invadiram áreas de preservação ambiental ou paisagística. Burros também, ou melhor, desinteligentes, são os administradores municipais que na hora do voto clamam a população com chavões de amor a cidade e na hora da execução não executam o que dizem e muito menos a lei. Pois é isso que eles deviam fazer, ou não é? E para finalizar, queira Deus, e somente a Deus se deve, que as mentes destes senhores doutores e eruditos, ditos os mais evoluídos intelectual e socialmente, se iluminem com a luz da razão, aquela mesmo que originou toda esta tecnologia capaz de derrubar morros e montanhas, para que percebam o erro de seus atos e salvem o futuro de nossa linda cidade. Pois se um fez, porque que outros não podem fazer. É o buraco da represa. E que Deus nos acuda!

Matéria publicada em 29/01/2010 às 15h49min.