Benvindo a Pirenópolis
Benvindo a Pirenópolis

Herbário Digital

caju, cajuzinho-do-campo, cajuína (Anacardium humile) Pseudofruto comestível, in natura, sucos e doces. A castanha oleaginosa (fruto) é comestível quando torrada; A raiz é purgativa; a casca é usada contra inflamações da graganta; as folhas contra diarréia e como expectorante; a semente contra manchas na pele

Busca por

termo
família
espécie

Anacardium humile

Família: Anacardiaceae

Gênero: Anacardium

Espécie: humile

Botânico: Mart.

Nomes populares: caju, cajuzinho-do-campo, cajuína

Descrição: Planta nativa que pode ocorrer em diversas fitofisionomias, desde campos rupestres, campos sujos em latossolos, cerrado restritos e até em cerradões, mas nunca em matas. Produz um fruto muito apreciado pela fauna.

Uso: Pseudofruto comestível, in natura, sucos e doces. A castanha oleaginosa (fruto) é comestível quando torrada; A raiz é purgativa; a casca é usada contra inflamações da graganta; as folhas contra diarréia e como expectorante; a semente contra manchas na pele

Ocorrência: cerrado rupestre, cerrado, campo sujo

Floração: de junho a novembro

Frutificação: de outubro a novembro

Porte: escleromórfico, até 2m, arbusto

Folhas: subsésseis, simples, pecioladas, ovadas, nervuras visíveis, glabras, brilhantes, base aguda, alternas

Flores: vermelho-rosadas, ovário súpero, hermafroditas, actinomorfas, 8 a 10 estames, 5 pétalas